Leila Casote é homenageada pela Bancada do PT em Jundiaí

No Dia Internacional da Mulher a Câmara Municipal homenageia a professora Leila Casote com o Diploma Clara Zetkin. A proposta foi feita pela Bancada do PT em reconhecimento a sua atuação na área de educação e nas lutas junto aos movimentos sociais da cidade:”A professora Leila é uma referência da luta dos professores e professoras em nossa cidade e na região, por isso, consideramos uma justa homenagem”, afirmou o vereador Paulo Malerba.

A entrega do diploma será hoje, a partir das 18h, durante a Sessão Ordinária.

Abaixo você pode conhecer um pouco mais da trajetória da professora Leila:

leilaLeila Regina Martins Casote nasceu em Apucarana, estado do Paraná, em 1º de setembro de 1974. É casada, mãe de dois filhos e professora da Rede Estadual de Ensino de São Paulo.
Licenciada em Matemática-Física (USF) e Pedagogia (FALC), com Especializações em Modelagem e Etnomatemática (USF) e Metodologia do Ensino de Matemática para o Ensino Médio (UNICAMP), tem diversos cursos de formação complementar nas áreas pedagógica e administrativa. Militante social há mais de 16 anos, atua no movimento sindical de professores da Rede Estadual e possui uma trajetória marcada pela luta por melhorias na educação pública e pelo direito dos professores.
Iniciou seu trabalho na rede pública na década de 90, lecionando nas Escolas Estaduais: Rafael de Oliveira, Barão de Jundiaí, Pedro Clarismundo Fornari, Conde do Parnaíba e atualmente na João Batista Curado, localizada no Jardim Tarumã. Também lecionou na rede SESI por mais de 10 anos. Concomitantemente à docência, é Diretora de Fomento à Leitura e Literatura da SME – Secretaria Municipal de Educação de Jundiaí, sendo responsável pela administração da Biblioteca Pública Municipal “Prof. Nelson Foot” – BNF, desde 2013. Dinamizou, implantou e democratizou serviços essenciais e de acesso às pessoas com maior vulnerabilidade social. Por meio de ações culturais de formação e informação, transformou a BNF em uma referência nesses serviços e reconhecida pelo SisEB – Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo.
Filiada ao sindicato dos professores APEOESP, deu início a sua militância no movimento a partir da greve de 2000, por meio dos comandos de greve realizados em conjunto com os Professores da base, liderados pelos conselheiros da subsede de Jundiaí. Compreendendo a importância da participação dos professores na luta e defesa de seus direitos, resolveu atuar nas instâncias do Sindicato.
Foi eleita conselheira já na primeira eleição e, entre outras funções, assumiu a coordenação por quatro mandatos consecutivos, tornando-se a conselheira mais votada nas últimas eleições do Conselho de Representantes local e estadual, reconhecida na categoria pela sua dedicação e coragem na defesa dos direitos dos professores e da escola Pública, além de ser uma das protagonistas na luta contra o fechamento da E.E. Conde do Parnaíba, em 2007, liderando professores, estudantes e toda a comunidade escolar nessa luta que foi vitoriosa.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s